Central de Atendimento: 11 2976-1282 | 11 3804-5194 | Faça seu Login | Blog Especial Chocolates

O nosso Chocolate – Parte 2

O nosso Chocolate – Parte 2

O nosso Chocolate – Parte 2

O nosso Chocolate – Parte 2

Como toda receita de sucesso, aqui na Doce Pecado contamos com a técnica perfeita da nossa chocolatier Joice e os melhores ingredientes disponíveis ao mercado brasileiro.

Alguns dos vestígios mais antigos de uma plantação de cacau foram datados de 1100 a 1400 a.C., encontrados em Puerto Escondido, em Honduras. Pelo tipo de recipientes encontrados e pela análise de seu conteúdo, concluiu-se que eram usados para produzir uma bebida alcoólica pela fermentação dos açúcares contidos na polpa que envolve os grãos, esta bebida continua a ser feita até hoje em partes da América Latina. Resíduos de chocolate encontrados numa peça de cerâmica Maia de Rio Azul, na Guatemala, sugerem que já era utilizado como bebida por volta do ano 400 d.C. Documentos maias e astecas relatam que o chocolate era usado tanto para fins cerimoniais como no cotidiano, consumido apenas pela elite.

Originário das Américas, começou a ser difundido na Europa, quanto Cortez, o conquistador espanhol trouxe alguns grãos com ele, oriundos da nova colônia. Inicialmente seguindo o preparo aprendido com os Aztecas que com os grãos de cacau produziam uma bebida chamada “CHOCOLATL”. A lenda diz que Quetzcolatl, deus do ar, deu aos homens a semente do “quacahault” ou árvore do cacau, uma das poucas que cresciam no Eden para alimento e deleite dos deuses e primeiros filhos do sol.

Linnaeus, nomeou a árvore do cacau como “Theobromona cacau”, significando alimento dos deuses. Dentro da espécie Theobromona temos o Criollo, Forastero e Trinitário. Sendo o Criollo o mais procurado por suas carcterísticas de sabor e aroma, para a produção dos chocolates de origem e com alto teor de cacau.

A primeira fábrica de chocolate, como conhecemos hoje, foi fundada em Bristol em 1847 e comercializava chocolates em formato de barra sólida, os grãos de cacau, depois de fermentados e torrados, eram moídos e prensados, formando uma pasta adicionada de açúcar. Em 1876, foi descoberto como se adicionar leite ao chocolate, e assim nasceu o chocolate ao leite, como conhecemos hoje.

Aqui na Doce Pecado, temos versões de chocolate ao leite com teor de cacau até 33% e versões de chocolate amargo até 70% de cacau. Com certeza teremos o chocolate ideal para o seu paladar.

docepecado

0 Comentários

Escreva sua experiência...