Central de Atendimento: 11 2976-1282 | 11 3804-5194 | Faça seu Login | Blog Especial Chocolates

Café e Chocolate

Café e Chocolate

Café e Chocolate

Café e Chocolate

Harmonizar ou combinar alimentos e bebidas é uma técnica que procura realçar os sabores dos ingredientes presentes em ambos. O mais importante é tentar criar um equilíbrio entre os sabores, para que um não se sobressaia ao outro. Muitas vezes, o resultado é uma nova experiência, surpreendente em todos os sentidos.

O primeiro passo é garantir um café de qualidade e conhecer as principais características da bebida, como corpo, doçura, acidez e potência. A partir daí você poderá optar por dois caminhos:

O primeiro é a harmonização por similaridade, aquela que junta dois elementos semelhantes. Um café doce com alimentos levemente açucarados, por exemplo. Aqui, o objetivo é intensificar a característica de sabor.

A combinação por contraste privilegia características opostas, que se complementam. Um café de amargor elevado com uma sobremesa bem doce. Neste caso, a ideia é chegar ao equilíbrio no paladar e, muitas vezes, a uma sensação gustativa completamente nova.

Com o café, ingrediente rico em características sensoriais (doce, amargo, ácido) e de potência variada (da suave a mais intensa), é possível repetir ou até mesmo criar uma série de harmonizações interessantes
Aqui, apresentamos algumas das mais reconhecidas. Lembrando que a origem do grão – e respectivas características de torra e método de preparo – definirão o resultado final. Daí a importância de conhecer a origem e as qualidades do café que escolhemos consumir.

Os frutos do cafeeiro e do cacaueiro também se relacionam de forma íntima na gastronomia. Para começar, vale a máxima: equilíbrio é a palavra de ordem. E explicamos o porquê: imagine combinar um café de torra escura, com notas de amargor mais pronunciadas, e um chocolate com mais de 80% de cacau. Com certeza, haverá amargor em dose dupla, o que não agrada ao paladar. No casamento café e chocolate, a harmonização por contraste é a mais indicada.

Comece a experiência analisando as características da bebida como amargor, doçura e acidez. Faça o mesmo com o chocolate, lembrando que quanto maior o percentual de cacau, maior será o amargor e mais intenso o sabor do seu chocolate. Chocolate branco e ao leite terão sabor mais suave e cremoso. Já chocolates meio amargos ou amargos terão sabor mais intenso.

Só depois de avaliar as características sensoriais de cada parceiro escolha a dupla perfeita: um chocolate que possua traços capazes de equilibrar com o café eleito.

Uma dica é combinar cafés de torra mais clara a chocolates com maior percentual de cacau, de preferência superior a 70%. A combinação resultará na harmonia entre os sabores intensos e amargos do chocolate à suavidade, notas adocicadas e acidez equilibrada do café.

Confira outras possibilidades:

– Café expresso + chocolate com baunilha = a potência do expresso bem torrado faz excelente contraste com o chocolate ao leite aromatizado com baunilha;

– Cappuccino + trufas = aqui uma harmonização por semelhança, em que a cremosidade do leite vaporizado do cappuccino casa com a cremosidade do recheio do bombom;

– Frappé de café + chocolate branco = aqui vale a harmonização meio a meio, em que a espuma do frappé combina com a cremosidade do doce, e o leve amargor contrasta com a untuosidade do chocolate branco.

Nós desenvolvemos alguns itens que podem acompanhar o seu café e testar as harmonizações. Barrinhas de chocolate ao leite e 70%; língua de gato, wafer coberto com chocolate e diversas trufas. Experimente.

docepecado

0 Comentários

Escreva sua experiência...