Central de Atendimento: 11 2976-1282 | 11 3804-5194 | Blog Especial Chocolates

A história do Ovo de Páscoa

A história do Ovo de Páscoa

A história do Ovo de Páscoa

A história do Ovo de Páscoa

Sabemos que o ovo, em muitas culturas antigas, sempre foi símbolo de fertilidade representando o nascimento e o ciclo da vida. O ovo é símbolo bastante antigo, anterior ao Cristianismo. O coelho e os ovos – também são atribuídos a influências pagãs. Acredita-se que coelhos e ovos eram tradicionais símbolos que representavam a fertilidade para diferentes povos e, à medida que esses povos foram sendo cristianizados, esses símbolos foram sendo agregados à comemoração cristã.

Vários séculos antes do nascimento de Cristo, a troca de ovos no Equinócio da Primavera (21 de março) era um costume que celebrava o fim do Inverno e o início da primavera. Para garantir boa colheita, os agricultores enterravam ovos nas suas terras.

Colorir e decorar ovos é um costume também bastante antigo praticado no Oriente. Nos países do Leste Europeu, os ortodoxos tornaram-se grandes especialistas em transformar ovos em obras de arte. Da Rússia à Grécia, os ortodoxos costumam pintar os ovos de vermelho. No Brasil, é o chocolate.

Eduardo I da Inglaterra oferecia ovos banhados em ouro aos súditos preferidos. Luís XIV da França mandava ovos pintados e decorados, como presentes. Isso iniciou a moda de fazê-los de madeira, porcelana e metal, com surpresas aos presenteados. Seu sucessor Luís XV presenteou sua amante 33 anos mais jovem, madame du Barry, com um enorme ovo, que tinha dentro uma estátua de Cupido. Os ovos de Páscoa da família Romanov, também conhecidos como ovos Fabergé, começaram com o czar Alexandre III, que contratou o joalheiro Peter C. Fabergé para produzir um ovo luxuoso para presentear sua esposa.

O chocolate é uma invenção dos povos mesoamericanos (como os olmecas e os maias), e chegou à Europa por intermédio dos espanhóis, que conquistaram e colonizaram esses povos. Os ovos de chocolate, por sua vez, surgiram no século XVIII, quando confeiteiros franceses resolveram esvaziar os ovos e enchê-los com chocolate. Durante o século XIX e começo do XX, os ovos de chocolate eram caríssimos e, portanto, poucos poderiam consumir. Assim, surgiram os ovos como conhecemos hoje, cascas que podem ser recheadas ou não, podem ter brinquedos, bombons. Esse modo de produção foi sendo espalhado e, por fim, o ovo de chocolate tornou-se um dos grandes símbolos da Páscoa moderna.

No Entanto, o mais importante nesta história é que todos os anos a Páscoa nos traz mensagens de carinho e amor ao próximo, que precisamos praticar! Receber a família e os amigos no domingo de Páscoa com chocolates, é a forma mais doce de dizer que os ama. Na Doce Pecado Chocolates Especiais, ano após ano, temos Ovos de Páscoa desde os tradicionais ao leite, até os mais elaborados com casca recheada de ganache ou caramelo, e não poderíamos deixar de fora uma das nossas especialidades, o Ovo com casca recheada de Prestígio e a versão 70% com caramelo de café. Visite nossa loja virtual e confira essas e outras delícias. 

docepecado

0 Comentários

Escreva sua experiência...